máfia por mau desempenho de Cuba nos Jogos de Pequim - Mundo - iG" /

Fidel Castro culpa a máfia por mau desempenho de Cuba nos Jogos de Pequim

Fidel Castro acusou nesta segunda-feira a máfia e ao roubo da arbitragem pela queda de Cuba no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Pequim, mas reconheceu que o esporte cubano dormiu sobre os louros da glória e que, por isso, deve passar por uma revisão.

AFP |

"Não sou obrigado a guardar silêncio em relação à máfia. Ela conseguiu burlar as regras do Comitê Olímpico", afirma Fidel, 82 anos, em um artigo publicado na imprensa estatal.

Também defendeu o atleta do taekwondo Ángel Valodia Matos, suspenso por toda a vida ao agredir dois árbitros.

"Assombrado por uma decisão que lhe pareceu totalmente injusta, protestou e deu um soco no árbitro. Tentaram, inclusive, comprar seu treinador, que estava indignado. Ele não conseguiu se conter", justificou.

As autoridades esportivas de Cuba reclamaram da injustiça sofrida por Matos, mas desaprovaram a indisciplina do atleta.

No boxe, esporte que Cuba domina, o país ficou sem medalha de ouro em Pequim e Fidel alegou que "os juízes roubaram descaradamente os boxeadores cubanos".

cb-mis/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG