Fidel Castro critica Berlusconi por elogiar Bush em plena crise

Havana, 15 out (EFE).- O ex-líder cubano Fidel Castro criticou o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, por elogiar o presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, no meio da pior crise financeira das últimas décadas.

Além disso, previu uma derrota eleitoral do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e colocou em dúvida a vitória do candidato democrata à Presidência dos EUA, Barack Obama, apesar de sua "arrasadora maioria".

Em uma nova coluna de sua série "Reflexões", divulgada por meios de imprensa oficiais, Castro relatou que Berlusconi, em um recente banquete em sua honra na Casa Branca, fez "um discurso rendendo culto a Bush".

Segundo Fidel, o primeiro ministro italiano disse que confiava em Bush, dizendo que ele "teve a coragem de colocar em prática o que considerava justo, o que deve fazer para si, para seu povo e para o mundo".

Sobre Obama, disse que, "segundo as pesquisas, esse candidato conta com arrasadora maioria", mas que, "no entanto, ninguém se atreve a dizer qual será o resultado".

"O dia 4 de novembro (data das eleições) é um dia de grande interesse para a opinião mundial, dada a crise econômica em que se a sociedade americana se debate", acrescentou Castro.

Falando sobre o Reino Unido, afirmou: "Em matéria eleitoral, de uma só coisa podemos estar seguros: nas próximas eleições da Grã-Bretanha, Gordon Brown não será eleito primeiro-ministro". EFE am/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG