Fidel Castro confirma que se reunirá com Chávez e reitera ataques aos EUA

Havana, 20 set (EFE).- O líder cubano Fidel Castro confirmou hoje que receberá este domingo o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e voltou a tachar de hipócrita a oferta de ajuda dos Estados Unidos para os desabrigados dos furacões que assolaram a ilha.

EFE |

"Fiquei sabendo ontem através da "Venezolana de Televisión", explica o ex-presidente, de 82 anos, em artigo divulgado por meios de imprensa oficiais cubanos.

Castro acrescenta que Chávez, quando anunciou a viagem, assinava acordos de investimento energética "com grandes homens de negócios" russos, japoneses, italianos, argentinos, norte-americanos, catarianos e portugueses, e que contrasta essa atividade quando os "Estados Unidos estão imersos em uma dramática crise financeira".

Fidel reiterou que a oferta do Governo dos Estados Unidos, que qualifica de "hipócrita", foi rejeitada.

Fidel acrescentou que qualquer produto procedente dos Estados Unidos que chegue ao país com fins contra-revolucionários deve ser devolvido ou confiscado. EFE am/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG