desprezível falta de ética - Mundo - iG" /

Fidel Castro acusa cubanos emigrantes de desprezível falta de ética

Fidel Castro acusou de falta desprezível de ética os cubanos que emigram atraídos pelos Estados Unidos e considerou que Cuba deve combater firmemente o descarado roubo de cérebros, segundo um artigo publicado nesta terça-feira em sites da imprensa cubana.

AFP |

Os cubanos que emigram "de forma clandestina ou sob qualquer manto legal, não só cometem uma falta desprezível de ética como também privam a economia de nosso povo de especialistas e pessoal qualificado", disse Fidel, de 81 anos, afastado do poder há 23 meses por motivos de saúde.

"É o roubo descarado de cérebros e de braços produtivos que nossa pátria, em sua luta heróica, tem o dever de combater firmemente", assegurou no texto, no qual critica a viagem do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos John McCain a Colômbia e México.

rd/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG