Fidel afirma que Obama deixou muitas perguntas sem resposta

O líder cubano Fidel Castro, que voltou a escrever artigos na quarta-feira depois de um recesso de mais de um mês, afirmou não ter dúvidas sobre a honestidade do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, mas destacou que ele deixou muitas perguntas sem resposta.

AFP |

"Expressei que não tinha, pessoalmente, a menor dúvida da honestidade com que Obama expressava suas idéias, mas que, apesar de suas nobres intenções, restavam muitas perguntas para responder", afirma Fidel em um artigo publicado no site Cubadebate.

No texto, dedicado à visita de quatro dias da presidente argentina Cristina Kirchner, a quem recebeu, Fidel Castro cita como exemplo das dúvidas "como pode um sistema esbanjador e consumista por excelência preservar o meio ambiente".

O encontro com Kirchner, que segundo Fidel durou 40 minutos, e o artigo, tentam acabar com os boatos sobre a saúde do ditador de 82 anos, afastado do poder por uma grave doença intestinal.

cb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG