Fidel acusa Brown de ser racista com Obama

Havana - O líder cubano Fidel Castro acusou hoje o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, de tratar com preconceito o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por sua condição de homem negro, em seu quarto artigo divulgado pela imprensa oficial em menos de 24 horas.

EFE |

Segundo Fidel, na recente reunião de líderes mundiais em Londres, "o primeiro-ministro britânico se comportou de forma visivelmente depreciativa com os participantes do Terceiro Mundo". O líder cubano diz ainda que Brown "tratou com preconceitos o próprio Obama".

As críticas a Brown chegam após Fidel dizer a Obama, em dois artigos anteriores, que o fim de algumas restrições a Cuba é uma medida "positiva", porém "mínima", e que a ilha não procura "esmolas ".

Leia mais sobre: Cuba

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG