Havana - O líder cubano Fidel Castro acusou hoje o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, de tratar com preconceito o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por sua condição de homem negro, em seu quarto artigo divulgado pela imprensa oficial em menos de 24 horas.

Segundo Fidel, na recente reunião de líderes mundiais em Londres, "o primeiro-ministro britânico se comportou de forma visivelmente depreciativa com os participantes do Terceiro Mundo". O líder cubano diz ainda que Brown "tratou com preconceitos o próprio Obama".

As críticas a Brown chegam após Fidel dizer a Obama, em dois artigos anteriores, que o fim de algumas restrições a Cuba é uma medida "positiva", porém "mínima", e que a ilha não procura "esmolas ".

Leia mais sobre: Cuba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.