Festival em Amsterdã defende legalização da maconha

Manifestantes querem a liberação da droga na Holanda; centenas se reuniram em show em um parque

AFP |

Centenas de partidários da legalização da maconha na Holanda participaram de uma manifestação neste sábado em um parque de Amsterdã, em ocasião da segunda edição do festival "Dia da liberação da maconha", indicaram os organizadores.

"Queremos pôr a questão da legalização na agenda política, mostrando a maconha de maneira positiva", declarou à AFP Derrick Bergman, porta-voz da Associação para o Fim da Proibição da Maconha (VOC), organizadora do evento.

A organização previu para de 12h00 (07h00 de Brasília) às 22H00 (17h00), shows, discursos, exibições de filmes e pontos de venda de 'baseados'.

Desde 1976, a posse e o consumo de cinco gramas de maconha -substância vendida em cafés licenciados pelas prefeituras- podem ser punidos com uma multa, mas não com um processo na justiça.

Esta "política de tolerância" se transformou, no entanto, em um quebra-cabeça para as autoridades. O cultivo e a venda de grandes quantidades de maconha, proibidos, mas necessários para abastecer os cafés que a vendem legalmente, estão nas mãos de grupos criminosos, e renderiam cerca de 2 bilhões de euros anuais, de acordo com dados de 2009 divulgados pela Polícia.

"Parece-nos que esta política é muito hipócrita; serve apenas para que os delinquentes enriqueçam mais. O problema não é a planta, e sim a sua proibição", defende Derrick Bergman.

    Leia tudo sobre: MaconhaHolanda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG