Festival de San Sebastián terá representantes do cinema comercial e autoral

San Sebastián (Espanha), 5 set (EFE) - Meryl Streep e Antonio Banderas receberão o Prêmio Donostia do 56º Festival Internacional de Cinema de San Sebastián (norte da Espanha) em uma edição que mistura o cinema blockbuster ao mais autoral e no qual haverá forte presença latina, mas não na seção oficial.

EFE |

O diretor do Festival, Mikel Olaciregui, apresentou hoje em entrevista coletiva o programa desta edição, que será realizada de 17 a 28 de setembro e que renovou sua aposta pela diversidade.

Isso fica comprovado com a quantidade de diretores cujas obras estarão representadas, desde Kim Ki-duk a Michael Winterbottom, passando por Ben Stiller, Daniel Burman e Jaime Rosales.

Após todo o programa do festival ter sido revelado, Olaciregui anunciou hoje os atores que receberão o prêmio Donostia.

Após recair em personalidades do cinema como Bette Davis, Lauren Bacall, Woody Allen e Vittorio Gassman, o prêmio será concedido este ano a Meryl Streep e Antonio Banderas, que protagoniza o filme que abrirá a mostra no dia 18, "The other man", do britânico Richard Eyre.

A combinação de cinema comercial e autoral é precisamente uma das principais características da 56ª edição do festival, que exibirá quase 200 filmes, dos quais 15 competirão na seção oficial para ganhar a Concha de Ouro, o principal prêmio da mostra.

O cinema produzido total ou parcialmente na América Latina tem um destaque na seção Horizontes Latinos, onde competirão por um prêmio de 35 mil euros (US$ 52 mil).

O Brasil terá dois representantes na seção Cinema em construção, que terá, no total seis obras latino-americanas: uma do Uruguai, duas da Argentina, os dois brasileiros e uma da Guatemala. EFE nac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG