Fernando Lugo nega que Paraguai tenha bases militares americanas

O presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, negou neste domingo em La Paz que em seu país exista uma base militar americana e anunciou que permitirá que qualquer pessoa averigue o que acontece no povoado de Mariscal Estigarriba, fronteiriço com a Bolívia e o Brasil.

AFP |

"Quando assumirmos o governo em 15 de agosto, vamos abrir o país para qualquer tipo de investigação por parte de jornalistas e investigadores, para que realmente possam desmistificar essa afirmação de que o Paraguai têm bases militares norte-americanas", afirmou Lugo, após uma reunião com o presidente boliviano Evo Morales.

"Nunca vi nenhuma no Paraguai", respondeu Lugo ao ser questionado pelos jornalistas sobre a suposta presença de uma base militar americana no povoado General Estigarribia, província de Boquerón, ao noroeste do Paraguai.

"Queremos abrir todas as fronteiras para quem desejar ir à General Estigarribia e veja que não existe nenhuma base militar neste momento", disse Lugo, que ganhou as eleições de abril com o apóio de forças de centro e de esquerda.

Lugo, ex-bispo, explicou que "o Exército americano executa ações humanitárias e exercícios militares no país".

"No entanto, não há base militar que possa operar desde o Paraguai e que possa ter ação sobre os países vizinhos do continente, nós paraguaios negamos essa afirmação", afirmou Lugo, que viajou por dois dias à Bolívia para as comemorações do 73º aniversário do fim das hostilidades entre Assunção e La Paz.

A presença de militares dos EUA no noroeste paraguaio provoca inquietação entre grupos políticos de esquerda, que consideram a mesma um perigo para a paz da região.

jac/cl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG