Fêmea de cação mordida por tubarão dá à luz pela barriga em aquário

Uma fêmea de cação-bico-de-cristal grávida foi mordida no abdômen por outro tubarão, em um aquário da Nova Zelândia, e quatro de seus filhotes foram soltos pelo golpe inesperadamente, diante de vários visitantes. Segundo a assessoria de imprensa do Kelly Tarlton Underwater World, em Auckland, os visitantes então alertaram os funcionários do local, ao verem coisas boiando perto da ferida ensanguentada.

BBC Brasil |

Os bebês-tubarões foram imediatamente retirados do tanque para evitar que fossem atingidos por arraias ou comidos por outros tubarões.

Quando a mãe foi retirada, os funcionários encontraram ainda outros quatro filhotes em sua barriga.

Comum
O ferimento foi fechado com pontos por um veterinário do aquário.

"Ela está bem, mas ainda está sob observação porque este tipo de ocorrência é única, e não sabemos muito bem como ela irá reagir", disse à BBC a assessora de imprensa.

Todos os oito filhotes sobreviveram.

O aquário informou que cada um media cerca de 30 cm, e todos serão soltos no oceano daqui a no máximo seis semanas, quando "terão mais condições de lutar por sua sobrevivência".

Ainda segundo o aquário, as fêmeas dos cações-bico-de-cristal não têm instinto materno e, ao darem à luz, simplesmente deixam seus filhotes para que sobrevivam (ou não) sozinhos.

Em entrevista ao jornal NZ Herald, a especialista em aquários Fiona Davies, afirmou que é comum que tubarões se ataquem, até mesmo quando vivem em liberdade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG