Felipe Calderón, Hillary Clinton e Fidel Castro: os novos caganers deste Natal

O presidente do México, Felipe Calderón, o ex-ditador cubano Fidel Castro e a secretária de Estado americana Hillary Clinton são as novidades deste ano entre os caganers, miniaturas típicas das celebrações natalinas catalãs, que são colocadas junto do presépio.

AFP |

O caganer do treinador do Barcelona Pep Guardiola lidera as ventas deste Natal no ranking geral e de atletas, no qual está à frente do argentino Lionel Messi, jogador do Barcelona, e do português Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid, informou nesta segunda-feira a Alós-Pla, empresa que fabrica os bonequinhos.

No ranking de personalidades da política internacional, o presidente americano, Barack Obama, aparece como mais vendido pelo segundo ano consecutivo, seguido pela Rainha Elizabeth II da Inglaterra e pelo premiê italiano, Silvio Berlusconi.

O caganer, que é representado fazendo cocô agachado, é uma figura muito respeitada e estimada no Natal típico da cultura catalã, cuja origem provém de um presságio de fertilidade.

Na Catalunha eminentemente agrícola na qual foi criada, no século XVIII, a pequena figura fazendo cocô na terra representava o agricultor adubando o terreno antes de plantar.

"Acreditava-se que colocar o caganer no presépio trazia sorte", explicou uma das criadoras atuais da empresa, Ana María Pla.

Além de Calderón, Hillary e Fidel, foram incorporados à tradicional coleção o piloto de Fórmula 1 Felipe Alonso, retratado em um macacão vermelho como o da Ferrari, e o motociclista Valentino Rossi.

"Este ano não sabemos claramente quem fará mais sucesso. Assim como no ano passado foi muito difícil que qualquer figurinha se aproximasse da de Obama, este ano a coisa está dividida", afirmou Ana María.

A empresa da família Alós-Pla se mantém fiel à tradição na hora de fabricar as miniaturas, extremamente populares na Espanha, e renova todos os anos seu estoque de personagens famosos. No entanto, os caganers "não pretendem fazer piada com o personagem ou o ofício que ele representa, e sim uma homenagem", segundo Ana María.

A Alós-Pla elabora as figuras em um processo totalmente artesanal. Depois de desenhar o personagem são feitos moldes em gesso, e então os caganers são produzidos peça a peça. Após secar num forno, são pintados à mão.

apa/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG