Um relatório do Fed (Federal Reserve Bank, o Banco Central dos Estados Unidos), divulgado nesta quarta-feira, revela uma piora de desempenho da maioria dos setores da economia americana nas últimas semanas. O chamado Livro Bege do Fed publicado oito vezes por ano e reúne dados sobre as atuais condições econômicas 12 distritos, onde ficam as cidades de Boston, Nova York, Filadélfia, Cleveland, Richmond, Atlanta, Chicago, St. Louis, Minneapolis, Kansas City, Dallas e San Francisco.

"De forma geral, a atividade econômica enfraqueceu em todos os distritos do Federal reserva desde o último relatório" divulgado em 15 de outubro, disse o Fed.

Em muitos dos lugares analisados, as empresas aumentaram o número de demissões, houve uma queda no consumo e quedas acentuadas nas vendas de veículos.

A expectativa é que o Fed reduza novamente a taxa básica de juros, possivelmente em meio ponto percentual, na sua próxima reunião, marcada para os dias 15 e 16 deste mês.

Hoje, os juros estão fixados em 1% ao ano e alguns analistas já apostam que eles poderão chegar a zero em janeiro, numa tentativa de ativar a economia americana.

Financiamentos imobiliários
Também nesta quarta-feira, uma empresa de terceirização de recursos humanos e de folha de pagamentos, a ADP, divulgou um balanço que revela que o setor privado americano cortou o maior número de vagas em sete anos entre outubro e novembro.

Foram 250 mil demissões - um número que indica que os dados sobre a força de trabalho em novembro a serem divulgados pelo governo nesta sexta-feira podem ser ainda piores.

Embora registrando oscilações durante o dia - com os investidores preocupados com os novos sinais negativos na economia americana -, as principais bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam a quarta-feira com altas.

Além de refletir operações de recuperação de lucros, o bom desempenho das bolsas também mostra a satisfação dos investidores com a divulgação de que houve um aumento nos pedidos de financiamento imobiliário no país.

Em Nova York, o índice Dow Jones fechou o dia em +2,05%, e o Nasdaq, em +2,94%. Em São Paulo, o índice Bovespa ficou em +0,85%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.