Fed mantém juros inalterados em 2% ao ano nos EUA

O Fed (Federal Reserve Bank, o banco central americano) manteve nesta quarta-feira a taxa básica de juros inalterada nos Estados Unidos, em 2% ao ano. A decisão levou ao fim uma seqüência de sete cortes consecutivos na taxa, e reflete preocupações com o aumento da inflação no país.

BBC Brasil |

É a primeira vez em dez meses que o Fed não reduziu a taxa básica de juros em uma de suas reuniões regulares.

Segundo analistas, os cortes vinham acontecendo numa tentativa de impulsionar a economia americana, que desde o ano passado vive os efeitos da crise no mercado de crédito imobiliário para pessoas consideradas com alto risco de inadimplência, o chamado subprime.

A crise se refletiu em prejuízos bilionários em alguns dos maiores bancos americanos e diminuiu a oferta de crédito no mercado.

O desaquecimento econômico nos Estados Unidos levou alguns analistas a fazer a previsão de que o país está se encaminhando para uma recessão.

Na decisão desta quarta-feira, esperada por muitos analistas, o Fed teve que ponderar os efeitos de um aumento dos juros - o que ajudaria a frear a inflação, que reflete altas no petróleo e no preço dos alimentos - ou de mais uma diminuição, que continuaria o esforço de reaquecer a economia dos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG