FBI tem computador das Farc apreendido no regate de Betancourt

Bogotá, 23 set (EFE).- O FBI (a polícia federal americana) tem em seu poder um computador portátil apreendido com um carcereiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no resgate da franco-colombiana Ingrid Betancourt e mais 14 reféns, informou a imprensa local.

EFE |

O noticiário do canal "RCN" disse que o computador é mencionado no relatório em que o FBI fez para pedir a extradição de "César" e "Gafas", os rebeldes das Farc detidos na operação que soltou Betancourt.

O documento diz que a máquina pertencia a "Gafas", cujo nome verdadeiro é Alexander Farfán, e que nela foram encontrados arquivos sobre as operações tráfico dos rebeldes.

"Por volta de 2003, (...) Farfán Suárez também viajou ao Brasil para lá fazer a entrega de cocaína em troca de armas automáticas destinadas às Farc, as quais ele entregou (...) à 1ª Frente das Farc", diz o relatório de Andino, segundo a "RCN".

A emissora também noticiou que o documento do FBI faz referências aos telefonemas que "César" fez a uma empresa de telecomunicações "para aprender a usar os telefones por satélite que o narcotraficante José María Corredor Ibagué entregou-lhe por cocaína".

Com os aparelhos, "o Secretariado (comando central) das Farc era informado" sobre Betancourt e outros reféns.

A notícia foi difundida horas depois de o ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, ter negado à imprensa a apreensão de um computador que estaria com os rebeldes. EFE jgh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG