FBI poderá observar investigação sobre morte de Carradine

Bangcoc, 8 jun (EFE).- A Polícia da Tailândia afirmou hoje que o FBI (polícia federal americana) poderá observar a investigação sobre a morte do ator americano David Carradine, desde que não se intrometa nos trabalhos.

EFE |

O corpo de Carradine foi encontrado na quinta-feira passada em um hotel de luxo de Bangcoc sem roupa e com uma corda amarrada no pescoço e nas genitais. Por isso, as autoridades locais suspeitam que a causa da morte esteja relacionada a uma peculiar técnica de masturbação.

Durante o fim de semana, a Polícia tailandesa defendeu sua competência de realizar a investigação, depois que a família do ator da série "Kung Fu", de 72 anos, pediu ajuda ao FBI para esclarecer o caso.

O promotor Sirasak Tiypan ressaltou que os agentes americanos poderão supervisionar o processo, mas não dirigirão a investigação, como aconteceu no passado em casos similares.

As autoridades tailandesas ainda estão à espera de receber os resultados definitivos da autópsia, embora um primeiro exame realizado com o corpo de Carradine tenha revelado que ele morreu por asfixia.

Carradine, cujo corpo já foi repatriado aos EUA, estava na Tailândia para gravar um filme. EFE grc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG