FBI divulga fotos da cueca usada em ataque frustrado

WASHINGTON - A imprensa americana divulgou nesta terça-feira fotos da cueca parcialmente queimada na qual o nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab havia escondido 80 gramas de pentrita, um pó da família da nitroglicerina, com o qual pretendia explodir um voo da Northwest Airlines, entre Amsterdã e Detroit, no dia 25. O pó seria misturado ao conteúdo de um produto químico de uma seringa.

iG São Paulo |

AFP
Cueca foi adaptada para guardar pó explosivo

Cueca foi adaptada para guardar pó explosivo

As fotos obtidas com o FBI (a polícia federal americana) mostram uma cueca de cor creme, adaptada para guardar o pó explosivo.


Um pequeno bolso de cerca de 15 cm de comprimento foi costurado na peça para esconder os cerca de 80 gramas de pentrita, que poderiam ter feito um buraco na carenagem do avião.

A seringa que passou pela segurança antes do embarque continha um líquido químico que, misturado, deveria causar a explosão do voo 253 entre Amsterdã e Detroit.

Segundo as primeiras conclusões da investigação, Abdulmutallab começou a injetar líquido na pentrita quando os passageiros ouviram "pequenas explosões, como fogos de artifício"; alguns chegaram a ver as calças do suspeito pegando fogo.
Leia também:
Com informações da AFP e Agência Estado
Leia mais sobre terrorismo

    Leia tudo sobre: euaiêmennigériaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG