FBI detém 7 em operação contra terrorismo nos EUA

Washington, 27 jul (EFE).- Agentes do FBI (polícia federal americana) detiveram hoje um grupo de sete possíveis terroristas que planejavam travar a jihad (guerra santa muçulmana) no exterior.

EFE |

Em comunicado, o FBI indicou que entre os detidos estão um homem e seus dois filhos, que foram acusados de fornecer material para terroristas e conspirar para assassinar, sequestrar e ferir pessoas no exterior.

O comunicado disse que o pai, identificado como Daniel Patrick Boyd, combateu no Afeganistão e recebeu treinamento em acampamentos terroristas nesse país e no Paquistão.

Com exceção de um, todos os acusados são cidadãos americanos residentes do estado da Carolina do Norte.

"A ameaça que os terroristas representam para os EUA e nossos aliados não se diluiu ou desapareceu", afirmou no comunicado Owen Harris, agente especial responsável pelo escritório do FBI em Charlotte, Carolina do Sul.

"As detenções de hoje demonstram que há pessoas que vivem entre nós, em nossas comunidades da Carolina do Norte e em todos os EUA, que são capacitadas para fazer ações de assassinato e caos", acrescentou.

Segundo a acusação, que inclui sete pontos, os supostos terroristas iniciaram a conspiração em 2006 e continuaram até serem detidos hoje.

"Os acusados treinavam nos EUA para combater e estavam dispostos a morrer como mártires", disse o comunicado.

A nota diz ainda que eles recolhiam fundos para financiar seu treinamento e, em alguns casos, recrutavam outros seguidores para promover sua causa no exterior.

O comunicado indica que Boyd viajou em março de 2006 com um de seus filhos para Gaza e o apresentou a indivíduos que acreditavam que a violência da guerra santa muçulmana era uma obrigação religiosa.

"Um ano depois Boyd e vários outros dos acusados viajaram a Israel para levar à frente a jihad, mas retornaram sem sucesso", indica o comunicado.

O único não americano no grupo é Hysen Sherifi, natural do Kosovo e residente legal nos EUA.

O comunicado diz ainda que no momento da detenção os agentes do FBI apreenderam armas curtas e rifles de assalto com os quais treinavam em uma propriedade privada do condado de Caswell. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG