FBI alerta para possíveis fraudes em doações para o Haiti

Washington, 13 jan (EFE).- O FBI (Polícia federal americana) pediu hoje aos usuários da internet para que se mantenham em alerta diante da possibilidade de fraudes nas doações pela web para os afetados por desastres naturais como o terremoto ocorrido nesta terça-feira no Haiti.

EFE |

O FBI fez tal advertência diante da experiência de tragédias e desastres naturais passados em que indivíduos pediam dinheiro em nome de supostas organizações beneficentes.

Para evitar este tipo de problema, o FBI emitiu um comunicado com uma série de recomendações, como tomar cuidados com as respostas a e-mails indesejados ou com pessoas que se apresentam como vítimas ou representantes de instituições.

Além disso, aconselhou verificar a legitimidade das organizações beneficentes e desconfiar de e-mails com fotografias de desastres em anexo, porque estes arquivos podem conter vírus.

Segundo o FBI, as doações devem ser feitas diretamente às organizações e não por meio de intermediários, evitando fornecer informação pessoal ou financeira àqueles que peçam uma contribuição direta.

O terremoto no Haiti aconteceu às 19h53 (Brasília) de terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do país, com intensidade de 7 graus na escala Richter. O primeiro-ministro haitiano, Jean Max Bellerive, cifrou hoje em "centenas de milhares" o número de mortos.

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 11 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no tremor. EFE sid/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG