A tormenta tropical Fay inundou nesta quinta-feira a península da Flórida, onde o governo americano decretou o estado de emergência, enquanto as águas destruíam casas e obrigavam a evacuação de milhares de pessoas.

Estacionada sobre o nordeste da Flórida, a tempestade provocou chuvas torrenciais que inundaram várias regiões no Estado.

Bush declarou estado de emergência hoje, reservando verbas e acionando as agências federais de urgência.

O governador da Flórida, Charlie Crist, pediu na quarta-feira que Bush declarasse o estado como zona de desastre.

"Essa tormenta está se tornando uma inundação catastrófica", disse Crist, em um memorando enviado à Casa Branca.

Fay atravessa, desde a terça-feira, a península da Flórida em ziguezague, após passar no final de semana pelo Caribe, onde matou mais de 40 pessoas, a maior parte no Haiti.

Nesta quinta-feira, Fay entrou, pela quarta vez, no território da Flórida, após uma breve passagem sobre as águas do Atlântico, e agora deve seguir para noroeste, atravessando o norte da península em direção ao Alabama.

Às 17h local (18h de Brasília), o centro da Fay estava a oeste da localidade de Flagler Beach, com ventos firmes de 95 km/h e rajadas mais fortes, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês).

Fay também provocou tornados que atingiram sete condados do sul do estado, destruindo dez casas e danificando outras 50 em Brevard, informaram as autoridades locais.

Pelo menos 100 mil pessoas ficaram sem eletricidade na península nos últimos dias devido ao fenômeno, que não se transformou em furacão, mas deixou enormes prejuízos.

Na zona de Melbourne Beach e no condado de Glades, mais de 50 mil residências ficaram inundadas.

Nas regiões de Fort Pierce e Port St. Lucie, o transbordamento dos rios e canais inundou as residências, fazendo com que a população utilizasse botes e lanchas para salvar seus pertences.

Tornados isolados na mesma zona destruíram várias propriedades entre terça e quarta-feira.

As inundações também aumentaram o risco de acidentes com cobras e aranhas na vasta vegetação da Flórida.

Os canais também estão repletos de jacarés, com risco para a população local.

Em meio à tormenta, um leão e um tigre de Bengala escaparam de um zoológico privado de Palm Beach, mas foram capturados ontem.

jco/LR/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.