Favorito, Romney é alvo de ataques em debate na Carolina do Sul

Dias antes de primária republicana, Gingrich, Perry e Santorum questionam trajetória de pré-candidato na iniciativa privad

iG São Paulo |

O pré-candidato à presidência dos Estados Unidos Mitt Romney foi o principal alvo de ataques durante um debate entre republicanos transmitido pela TV americana na segunda-feira. Os rivais de Romney na disputa pela vaga do partido na corrida presidencial questionaram sua passagem pela iniciativa privada e o trabalho realizado quando era governador de Massachussetts.

O debate foi realizado em Myrtle Beach, na Carolina do Sul, Estado que realiza uma primária republicana no sábado. Os ataques contra Romney foram feitos principalmente por Newt Gingrich, Rick Perry e Rick Santorum, que aconselharam os eleitores a rever de forma crítica o passado do ex-governador.

Saiba mais: Tudo sobre as eleições dos Estados Unidos

AP
O pré-candidato republicano à presidência Rick santorum aponta para o rival Mitt Romney durante debate em Myrtle Beach, na Carolina do Sul

"Precisamos satisfazer o país no sentido de que o indicado (do Partido Republicano) tenha um histórico capaz de se contrapor a Barack Obama (o presidente democrata, candidato à reeleição) de forma muito efetiva", disse Gingrich, ex-presidente da Câmara, que atacou a atuação de Romney na firma de investimentos Bain Capital.

Críticos afirmam que a passagem do ex-governador de Massachussetts pela empresa é marcada por fechamento de vagas e demissão de trabalhadores. "Há um padrão em algumas companhias (pelas quais Romney passou): deixá-las com uma dívida enorme e, anos depois, fazê-las quebrar. Acho que ele deveria responder sobre isso”, afirmou Gingrich.

Romney defendeu sua atuação na Bain e disse que investiu em mais de cem empresa, na maior parte obtendo bons resultados e criação de empregos.

"Se as pessoas querem ter alguém que entende como a economia funciona, tendo trabalhado na economia real, então sou o cara que melhor pode se posicionar contra Barack Obama", afirmou.

O governador do Texas, Rick Perry, desafiou Romney a divulgar sua declaração de imposto de renda. Romney deu a entender que só fará isso em abril, época em que os candidatos tradicionalmente divulgam seus rendimentos.

Leia também: Na Carolina do Sul, republicanos apostam em comerciais de TV

Santorum criticou a atuação dos chamados Super Pacs (comitês de arrecadação formados por empresas e sindicatos) na campanha de Romney, dizendo que eles estão divulgando anúncios mentirosos e agressivos.

Romney disse não ter controle sobre comitês independentes, que já gastaram milhões de dólares em publicidade. "Se eles alguma vez colocam um anúncio ou disseram algo não exato, espero que retirem o anúncio ou o corrijam", afirmou.

O ex-governador venceu as duas primeiras prévias republicanas, em Iowa e New Hampshire , e é favorito na Carolina do Sul. Na segunda-feira, horas antes do debate, o pré-candidato Jon Huntsman desistiu da disputa e manifestou apoio a Romney.

Seus rivais ainda terão outra chance para tentar conter seu favoritismo, num debate marcado para quinta-feira na cidade de Charleston, menos de 48 horas antes do início das primárias da Carolina do Sul.

Com AP e Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG