Fatah quer diálogo tranquilo com Hamas

Cairo, 25 fev (EFE).- O dirigente do Fatah Azzam Al-Ahmad afirmou hoje que seu grupo quer resolver as diferenças com o Hamas de uma forma tranquila e sem tensões.

EFE |

Ele fez estas declarações após um encontro de ambos os grupos na Cidade do Cairo, capital do Egito, prévio ao diálogo de reconciliação palestino previsto para amanhã.

Segundo a agência oficial de notícias egípcia "Mena", Ahmad qualificou de "muito positivo" o ambiente das duas reuniões entre as duas facções rivais.

Para Ahmad, chefe do grupo parlamentar do Fatah no Conselho Legislativo Palestino, a contínua estagnação do processo de paz árabe-israelense e da trégua na Faixa de Gaza entre Israel e Hamas exige união de todas as forças.

O embaixador da Autoridade Nacional Palestina (ANP) no Egito, Nabil Amro, afirmou aos jornalistas que a difícil situação do povo palestino em Gaza exige que todos os participantes do diálogo de reconciliação saldem as divergências entre eles.

"Precisamos de um acordo imediato e esperamos que seja obtido amanhã", comentou Amro, citado pela "Mena".

Nas reuniões de hoje, participaram, por parte do Hamas, o "número dois" desse movimento, Moussa Abu Marzook, enquanto a delegação do Fatah esteve liderada pelo ex-primeiro-ministro da ANP Ahmed Qorei.

O diálogo entre os palestinos é feito com mediação egípcia, que leva meses trabalhando para tentar reconciliar todos os grupos e superar, fundamentalmente, as fortes divisões entre o movimento islamita e a formação nacionalista.

Os problemas aumentaram quando o Hamas expulsou à força seguidores do Fatah da Faixa de Gaza em junho de 2007. Os combates tiveram como saldo dezenas de mortos e semearam rancores entre ambos os grupos, que agora querem superar. EFE hh/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG