Fatah e Hamas chegam a acordo de reconciliação palestina

Rompidos desde 2007, partido da Autoridade Nacional Palestina e grupo que controla Gaza acordaram governo interino e eleições

iG São Paulo |

AP
Foto de março de 2007 mostra o líder do Fatah, Mahmoud Abbas (E), e do Hamas, Ismail Haniyeh, antes de romper o governo de coalizão
O partido Fatah, da Autoridade Nacional Palestina de Mahmoud Abbas, e o grupo rival Hamas, que controla Gaza, chegaram a um acordo de reconciliação, no Cairo, capital do Egito.

O acordo prevê a formação de um governo palestino interino, assim como a fixação de uma data para as eleições palestinas. Os grupos, que antes formavam um governo de coalizão que controlava os território palestinos Gaza e a Cisjordânia, estavam rompidos há mais de quatro anos. Em 2007, o Hamas passou a controlar Gaza enquanto o Fatah governava a Cisjordânia.

De acordo com a agência oficial egípcia Mena, as delegações "chegaram a um acordo total após negociações sobre todos os pontos". Mediador, o Egito agora pedirá uma reunião de todas as facções palestinas para assinar um acordo de reconciliação no Cairo nos próximos dias.

"Esse governo deverá preparar eleições presidenciais e legislativas em um ano", indicou o chefe da delegação do Fatah, Azzam al-Ahmad.

No início do mês, milhares de palestinos protestaram pedindo reconciliação em manifestações inspiradas nos levantes populares que vêm ocorrendo em diversos países árabes .

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, condenou a reconciliação entre o Fatah e o Hamas - que classifica como grupo terrorista - e disse que Abbas "deve escolher entre a paz com Israel ou com o Hamas".

*Com AFP

    Leia tudo sobre: hamasfatahpalestinosfaixa de gazacisjordânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG