Fashion Rio inicia nova etapa para potencializar a moda brasileira

Rio de Janeiro, 5 jun (EFE).- A 15ª Semana da Moda do Rio de Janeiro, o Fashion Rio, que apresentará a partir de amanhã as tendências cariocas para a primavera-verão de 2010, abre uma nova etapa na qual procura se aproximar de sua irmã maior, a São Paulo Fashion Week, e potencializar sua imagem internacional.

EFE |

Ambos eventos compartilham desde esta edição um mesmo diretor, Paulo Borges, que buscará a complementação das duas passarelas e a projeção com maior força do potencial da moda brasileira no exterior.

Nesta tentativa de adquirir uma nova identidade, a Fashion Rio, que vai até o dia 10 de junho, muda de localização e se transfere para perto dos armazéns reabilitados da zona portuária do Rio, considerada por seus organizadores como a Soho brasileira, em referência ao famoso bairro nova-iorquino.

No total, 29 marcas e estilistas apresentarão suas coleções para a primavera e o verão do ano que vem, em um evento que contou com um investimento de R$ 9 milhões.

O famoso estilista Carlos Tufvesson e o desfile da Maria Bonita Extra serão alguns dos momentos de destaque em uma edição que registrou um grande corte de participantes e na qual prevalecem principalmente marcas tradicionais e de forte presença na moda brasileira Mas para os que não podem esperar amanhã para o início do evento, hoje mesmo as passarelas começarão a registrar atividade com os desfiles dos novos talentos, que costumam servir de aperitivo para a semana.

Nesta ocasião, a passarela carioca buscará de novo coroar uma nova rainha que possa fazer esquecer a ausência da "top model" internacional Giselle Bündchen, principal estrela do evento durante três anos consecutivos que, no entanto, deixou de participar em 2008.

Nomes como Isabeli Fontana, Ana Claudia Michels, Bruna Tenório, Daiane Conterato, Isabel Goulart e Aline Weber são algumas das modelos que buscarão, durante esta semana, conquistar o público e substituir Giselle.

A Fashion Rio fará também uma referência ao Ano da França no Brasil através de uma exposição inédita do etnólogo e fotógrafo francês Pierre Verger, que contém 50 imagens da cidade do Rio de Janeiro entre 1940 e 1973.

A França estará também representada através das famosas "marinas" do pintor Jean-Baptiste Debret que serão projetados em diferentes pontos do recinto.

Como é habitual, de maneira paralela aos desfiles acontece Fashion Business, do qual vão participar expositores de 12 estados do Brasil para apresentar suas coleções e que contará com um espaço para as grandes marcas de inserção internacional da moda brasileira.

EFE edv-em/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG