Fãs de corridas, chineses dormem nas provas de equitação

Acostumados com as fortes emoções das corridas de cavalo, muitos espectadores chineses têm se entediado assistindo às competições de adestramento Olímpico, que acontecem em Hong Kong, e estão dormindo nas arquibancadas em plena prova.

BBC Brasil |

Diversos chineses - entre os cerca de 18 mil espectadores que têm comparecido às provas eqüestres - estão perdendo as competições por considerar "desinteressante" as modalidades Olímpicas.

"Não dá para apostar. Acho que as pessoas daqui só se interessam pela emoção associada ao jogo", acredita Raymond Chan de 18 anos, que foi flagrado pela BBC Brasil tirando um cochilo nas arquibancadas por volta das 22 horas.

"Eu vim assistir de curioso, mas não entendo as regras e estou achando isso tudo muito chato", disse Chan, que é fã das corridas de jockey.


Chinês tira soneca durante prova de equitação/ BBC

As competições ocorrem das 19h15 à meia-noite do horário local para evitar expor os cavalos ao intenso calor do verão de Hong Kong e para facilitar a transmissão por televisão para países no ocidente.

Também devido ao horário, muitos torcedores já estão cansados por ter trabalhado o dia todo e acabam não conseguindo resistir à música clássica que sai dos alto-falantes.

"Eu até acho tudo muito curioso e diferente, mas (o problema) é a hora. Já está tarde e a gente cansa", se justificava a dona de casa Ellie Chun, entre um bocejo e outro.

"Já assisti a salto e adestramento. Salto ainda tem um pouco de emoção, mas adestramento é muito parado", explica, Chun, ao acompanhar a final de adestramentos por equipe na noite de quinta-feira.

Interesse

Mas apesar da falta de empolgação de muitos, alguns torcedores estão mais do que motivados em aprender as minúcias dos esportes eqüestres.

É o caso de Fai Iy que comprou um livro sobre o assunto e estudava a publicação em plena arquibancada.

"É um esporte novo para mim, eu preciso aprender as regras para isso aqui fazer algum sentido", explicou Iy.

Leslie Tam, amigo de Iy, também acompanhava as competições com interesse acima da média.

"Mas acho que quem não está dormindo ainda só está empolgado porque é Olimpíada. Não imagino que o pessoal de Hong Kong vai prestar tanta atenção a esse esporte em futuras competições", afirma Tam.

"Eu particularmente vou tentar acompanhar, até porque estou lendo o livro também, mas pode ser que o interesse passe logo e seja apenas uma febre Olímpica", admitiu.

Adestramento exige que os cavaleiros demonstrem habilidade e graça ao executar uma seqüência de manobras como galopes e piruetas, que são avaliadas pelos juízes.

Leia mais sobre hipismo

    Leia tudo sobre: olimpíada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG