Farmacêutica Merck anuncia fusão com Schering-Plough por US$ 41,1 bi

A gigante farmacêutica Merck anunciou que vai se fundir à rival Schering-Plough em um acordo avaliado em US$ 41,1 bilhões, criando uma das maiores empresas mundiais do setor. Ambas as companhias tiveram um faturamento conjunto de US$ 47 bilhões em 2008, e a fusão deve resultar em uma economia anual de US$ 3,5 bilhões a partir de 2001, de acordo com um comunicado emitido pelas empresas.

BBC Brasil |

O atual presidente da Merck, Richard Clark, deve comandar a nova empresa, que vai manter o nome Merck.

"A eficiência que ganharemos vai nos permitir investir em oportunidades estratégicas", afirmou Clark.

As duas empresas já haviam anunciado grandes cortes de pessoal no ano passado e não está claro se a fusão vai levar a mais demissões.

Analistas elogiaram a fusão, anunciada em um momento de retração no mercado, quando várias drogas vêm perdendo suas patentes e poucos nomes novos são postos à venda.

A Merck anunciou ainda que a estimativa para o ano de 2009 é de lucros entre US$ 23,7 bilhões e US$ 24,2 bilhões.

Em janeiro, a Pfzier já havia adquirido a Wyeth em um negócio avaliado em US$ 68 bilhões.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG