Fariñas diz que Cuba pediu para que Espanha o receba

Havana, 8 mar (EFE).- O dissidente cubano Guillermo Fariñas, que está há 13 dias em greve de fome, afirmou hoje à Agência Efe que o Governo de Cuba pediu à Espanha para que o receba, disse a ele um diplomata espanhol.

EFE |

Fariñas respondeu que seria melhor libertar 26 presos políticos doentes na ilha, já que não abandonará seu protesto enquanto o grupo continuar preso e não pretende ir para a Espanha, opção que só aceitaria caso tenha atendimento negado nos hospitais cubanos. EFE am/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG