Farc soltam menor que infiltrada pelo Exército colombiano

Bogotá, 18 fev (EFE).- As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) entregaram ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) uma menor de idade que o Exército infiltrou na guerrilha, segundo um comunicado dos rebeldes divulgado hoje na internet.

EFE |

Em sua mensagem, as Farc assinalaram que a estudante Angélica Martínez, de um município de Planadas (centro), foi enganada por dois capitães do Exército para que se infiltrasse na guerrilha, conseguisse algumas informações e depois desertasse.

"A menor de idade, com a ilusão gerada pelas falsas promessas, entrou na guerrilha, mas imediatamente descobrimos seu plano. O Exército viola o direito internacional humanitário ao envolver menores de idade e população civil nesta guerra fratricida", disseram as Farc em comunicado.

A guerrilha informou ainda que entregou Martínez à Cruz Vermelha "por ser menor de idade e como um gesto humanitário, e também como uma advertência à juventude, para que não se deixe enganar com falsas promessas".

O porta-voz do CICV Carlos Ríos confirmou à Agência Efe em Bogotá que as Farc entregaram à instituição em meados de janeiro uma menor de idade em Tolima.

No entanto, não ofereceram mais detalhes sobre o tema, devido à "complexidade da situação". EFE fer/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG