Farc seqüestram 10 pessoas no norte da Colômbia

Rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) seqüestraram dez pessoas no noroeste da Colômbia na sexta-feira.

BBC Brasil |

Os guerrilheiros interceptaram um barco de passageiros que navegava pelo rio Atrato, na província de Choco, e forçaram a embarcação a atracar na margem do rio.

Dez passageiros foram levados pelos rebeldes, que desapareceram pela densa selva colombiana, onde estão escondidas outras centenas de reféns em poder da guerrilha.

De acordo com o correspondente da BBC em Medelín, Jeremy McDermott, com a captura de novos reféns as Farc pretendem enviar uma "mensagem desafiadora" ao presidente colombiano, Álvaro Uribe.

Há três semanas, uma operação do exército colombiano libertou 15 reféns em poder dos rebeldes, entre eles a ex-candidata à presidência Ingrid Betancourt, que passou mais de seis anos em cativeiro.

Ainda na avaliação do correspondente, outra intenção da guerrilha é negociar fiança em troca dos reféns.

A prática do seqüestro é uma das principais fontes de renda das Farc, ao lado do tráfico de drogas.

No domingo, manifestações em todo o país pedirão a libertação de todos os reféns em poder da guerrilha.

Leia mais sobre Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG