Farc reconhecem erro em ataque a população do sudoeste colombiano

Bogotá, 5 mai (EFE).- A guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), teriam reconhecido seu erro por lançar artefatos explosivos contra uma casa da população colombiana de Corinto (sudoeste), em um evento que matou três pessoas e feriu uma menina, informaram hoje fontes militares.

EFE |

Na comunicação interceptada pelo Exército colombiano, os supostos guerrilheiros afirmam que se equivocaram ao lançar os explosivos e que se preparam para deixar a população.

No entanto, no diálogo também se escuta que os guerrilheiros das Farc insistem em continuar atacando a tropa, destaca o comandante da Terceira Brigada do Exército colombiano, general Jaime Esguerra, que pediu à população colaboração para evitar a presença de rebeldes.

O general Esguerra adiantou que as autoridades denunciarão o fato, ocorrido no sábado passado, perante a comunidade internacional, porque nos ataques, os maiores afetados são os civis.

Segundo o prefeito de Corinto (Cauca), Gilberto Muñoz, na região existem enfrentamentos entre o Exército e as Farc.

O Exército assegurou que continua na perseguição da coluna desta guerrilha que atacou a população civil, garantindo, por outro lado, que têm o controle da região. EFE oc/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG