Farc obrigam 1.500 camponeses a abandonar terras na Colômbia

Bogotá, 4 abr (EFE).- Cerca de 1.

EFE |

500 camponeses foram pressionados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) a deixar suas terras e buscaram refúgio na zona urbana da cidade de Ituango (noroeste), denunciaram hoje as autoridades locais.

Segundo o prefeito de Ituango, Mario Gallo, os camponeses começaram a sair de suas terras no sábado.

Ainda de acordo com Gallo, os deslocados atribuíram a pressão guerrilheira à frente 18 das Farc. Os camponeses foram levados para uma escola.

Em declarações à "Caracol Radio", o prefeito pediu ao Governo do departamento de Antioquia, onde fica Ituango, a entidades estatais e ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) para que ofereçam ajuda humanitária aos deslocados.

A região do êxodo esteve sob controle de grupos paramilitares, tem plantações de coca e é cenário de frequentes confrontos armados.

EFE jgh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG