Farc matam 50 cabeças de gado em fronteira da Colômbia com a Venezuela

Bogotá, 18 jan (EFE).- Supostos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mataram a tiros 50 cabeças de gado e destruíram a sede de uma fazenda criadora de gado localizada no departamento da Camponesa, na fronteira da Colômbia com a Venezuela, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O prefeito de Barrancas, onde aconteceu o ataque, Juan León, disse a jornalistas que, segundo autoridades, o ataque foi realizado por pelo menos dez homens que disseram ser das Farc.

Os homens chegaram ao prédio e explodiram a casa com dinamites após intimidar cinco trabalhadores, dizendo que tinham duas horas para abandonar o local.

Um dos empregados disse que, após destruírem a casa, os homens foram aos currais onde estava o gado e começaram a disparar, matando 50 animais.

Segundo testemunhas, um dos proprietários da fazenda e dos animais supostamente é procurado pelos guerrilheiros para ser extorquido ou sequestrado, e por isso decidiu não retornar ao local.

Na semana passada, o presidente colombiano, Álvaro Uribe, pediu às Forças Armadas e à Polícia colombiana um "compromisso eficaz" no combate às facções criminosas. EFE ocm/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG