Farc libertam sargento sequestrado, mas missão segue na selva

Florencia (Colômbia), 30 mar (EFE).- O sargento Pablo Emilio Moncayo foi libertado hoje pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e já está com a missão humanitária de resgate, que ainda não deixou a selva devido ao mau tempo, confirmou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

EFE |

O porta-voz do CICV, Adolfo Beteta, confirmou aos jornalistas reunidos no aeroporto da cidade colombiana de Florencia que a missão já está com Moncayo em um ponto desconhecido na selva do sul do país.

Já coronel brasileiro Carlos Aguiar, comandante da missão, assinalou que devem chegar a Florencia em cerca de 40 minutos.

"Apesar das condições de mau tempo anunciadas agora pelo representante do CICV, nossas tripulações estão em condições de realizar o voo (de volta) sem perigo", acrescentou Aguiar em Florencia.

"Garantimos que as coisas caminham bem e que esta tarde eles estarão aqui", afirmou.

O porta-voz do CICV assinalou que, uma vez que o helicóptero do Exército que levará o sargento Moncayo decolar, os detalhes serão divulgados.

"Oficialmente estão no local. A única coisa é um probleminha de mau tempo. Tudo está normal. A operação vai se desenvolvendo com os resultados que todos esperamos", disse Beteta entre uma grande expectativa por parte dos parentes de Moncayo.

Nas primeiras imagens do resgate divulgadas pelo canal "Telesur", Moncayo aparece vestido com uma roupa camuflada do Exército e passeando pela selva, de onde pôde falar com o pai, Gustavo Moncayo, por telefone. EFE ac/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG