Farc libertam mulher após proposta de troca por filho

Bogotá, 22 abr (EFE).- As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) libertaram hoje uma mulher de 50 anos cujo filho propôs ficar em seu lugar no cativeiro.

EFE |

"Eles mesmos me libertaram", disse Ana Avilez Cordero, que tinha sido sequestrada, junto com seu marido, Fabio Leomar Otero Paternina, na última segunda-feira em Tierralta, no departamento de Córdoba (norte).

A ex-refém contou que os supostos guerrilheiros das Farc obrigaram um aldeão a levá-la a um lugar onde o Exército colombiano preparava patrulhas para seu resgate.

Horas antes, o filho de Ana Avilez, Mauricio Otero, tinha proposto aos rebeldes ficar no lugar de sua mãe no cativeiro, porque ela sofria de osteoporose e problemas coronários.

Na segunda-feira passada, um grupo de homens aparentemente das Farc, invadiu um sítio e sequestrou o casal Fabio Leomar Otero Paternina e Ana Avilez Cordero.

A pressão do Exército colombiano forçou os rebeldes a libertar Fabio Otero, um político da região. No entanto, sua mulher, de 50 anos, continua em poder dos guerrilheiros. EFE ocm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG