Farc libertam biólogo norueguês-colombiano seqüestrado desde janeiro

Copenhague - As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) libertaram nesta madrugada o mais um refém do grupo retido desde janeiro, informou hoje o Ministério de Assuntos Exteriores da Noruega.

EFE |

  • Cronologia de seqüestros e libertações das Farc desde 1996
  • Caio Blinder: Farc perdem peões no seu tabuleiro criminoso
  • Carta Capital: o impacto do resgate nas Farc
  • As autoridades norueguesas afirmam que a libertação de Alf Onshuus Niño não está relacionada com a da ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, resgatada ontem pelo Exército colombiano após permanecer seqüestrada desde 2002 pelas Farc.

    Niño foi seqüestrado junto com um grupo de cinco viajantes pelos guerrilheiros em 13 de janeiro passado, na zona rural de Nuquí, no departamento colombiano de Chocó.

    O ministério não quis dar detalhes concretos sobre a libertação ou sobre a quantia que teria sido desembolsada pela família para conseguir o resgate de Niño.

    Quatro dos seqüestrados, incluindo a esposa de Niño, Ana María Aldana, foram libertados em março, enquanto o quinto, o estudante universitário Jorge Alejandro Torres, ficou livre dois meses depois.

      Leia tudo sobre: farc

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG