Farc expressam disposição a troca e a acordos de paz com Governo colombiano

Bogotá, 5 abr (EFE).- As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) expressaram hoje sua plena disposição a trocar reféns por rebeldes presos e a buscar um acordo de paz com o Governo do presidente colombiano, Álvaro Uribe.

EFE |

O comunicado foi feito pelas Farc por meio do site da "Agência de Notícias Nova Colômbia" (Anncol).

"Temos plena disposição a trocar opiniões e propostas para assinar acordos de troca que possibilitem a libertação dos prisioneiros das duas partes e abrir portas na busca de acordos de paz", apontou o grupo guerrilheiro.

O Secretariado do Estado-Maior Central das Farc fez a proposta em comunicado de quatro pontos, datado de 4 de abril, após ter libertado unilateralmente o soldado Josué Daniel Calvo e o sargento Pablo Emilio Moncayo e ter entregue os restos mortais do coronel Julián Ernesto Guevara.

"Mostramos transparentemente nossa vontade e decisão de acordar o Governo nacional uma troca de prisioneiros de guerra", apontou o comunicado das Farc.

Além disso, as Farc criticaram Uribe, por ter manifestado sua disposição à troca "no final de seu mandato", em alusão às declarações do presidente no sentido de que estaria disposto a uma troca humanitária, mas com condições.

Segundo as Farc, Uribe declarou essa disposição depois de "fracassar em sua estratégia de resgate militar e em meio a discursos cheios de ameaças de morte a comandantes da guerrilha".

"Reiteradamente especificamos o tipo de circunstâncias de modo, tempo e lugar que devem rodear um encontro entre o Governo e as Farc para falar de troca e só escutamos negativas, nunca propostas alternativas que evidenciem plena disposição oficial e garantias", acrescentou.

O comunicado aponta ainda que "as famílias dos prisioneiros de guerra, os guerrilheiros e os integrantes da polícia estão, como todo o país, pendentes de uma demonstração presidencial real, não retórica, que rume para a liberdade de todos eles". EFE rrm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG