Farc dinamitam ponte em região fronteiriça com a Venezuela

Bogotá, 3 mai (EFE).- A guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) dinamitou a ponte que liga o povoado colombiano de Tibú (nordeste e fronteiriço com a Venezuela) com o resto da região, com duas fortes explosões que geraram pânico entre os aldeões, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O prefeito de Tibú, José del Carmen García, assegurou que o ataque de ontem à noite foi contra a ponte Padre Nieto, que liga o município com Orú, Pacellí, El Tarra, Versalles e Filogringo, entre outras localidades da região de Catatumbo.

"A ponte ligava Tibú com El Tarra, Versalles, Pacellí, Convención e Ocaña, e era de grande importância para o município e para o departamento", disse o funcionário.

Os aldeões viveram minutos de pânico por causa das duas explosões que foram escutadas na faixa urbana do município, e correram para suas casas para se refugiar, perante o temor de que a guerrilha tomasse o povoado.

Este é o segundo atentado em menos de uma semana na convulsionada região de Catatumbo. Na terça-feira, as Farc atacaram o oleoduto Cano Límon-Coveñas, situação que poluiu o rio Tibú e mantém sem água potável os habitantes da zona.

Em decorrência do atentado, foram derramados 4 mil barris de petróleo no rio Tibú, que fornece água para o aqueduto da cidade.

EFE fer/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG