Farc deram coordenadas de corpo de policial para Córdoba

Florencia (Colômbia), 30 mar (EFE).- As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) deram hoje à senadora Piedad Córdoba as coordenadas de onde foi enterrado o corpo do major da Polícia Julián Guevara, morto em cativeiro em 2006.

EFE |

A informação foi confirmada à Agência Efe pela presidente da Associação Colombiana de Parentes de Membros da Polícia Retidos e Libertados por Grupos Guerrilheiros (Asfamipaz), Marleny Orjuela.

Segundo Orjuela, a senadora recebeu os dados da localização do cadáver de Guevara, mas não pôde dizer qual será o procedimento para recolhê-lo.

A entrega das coordenadas quando a missão humanitária liderada por Córdoba resgatou o sargento do Exército Pablo Emilio Moncayo, libertado hoje pelas Farc na selva do departamento (estado) de Guaviare, no sul da Colômbia.

As Farc se comprometeram a entregar o corpo de Guevara no ano passado, junto ao militar Josué Daniel Calvo, que foi libertado no domingo passado, e Moncayo, que foi resgatado hoje por uma missão humanitária.

No entanto, na sexta-feira passada, o grupo rebelde anunciou que Emperatriz de Guevara, a mãe da vítima, não iria receber o cadáver do filho porque a área em que estava permanecia ocupada pelo Exército.

Após a libertação de Calvo, Córdoba informou que a guerrilha tinha a intenção de devolver o corpo e pediu paciência.

Guevara foi sequestrado na tomada da cidade de Mitú (sul) em 3 de novembro de 1998 e morreu em cativeiro em 2006, aos 41 anos de idade. EFE ac-agp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG