Farc convidam soldados e policiais a engrossar suas fileiras

Bogotá, 20 jun (EFE) - O Bloco Oriental das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), uma das principais facções dessa guerrilha, reiterou hoje o velho convite a soldados e a policiais a se somar a suas fileiras, em comunicado divulgado na internet. Soldados e policiais patriotas: abandonem seu ódio e apontem as armas contra o verdadeiro inimigo, os inimigos da Nova Colômbia. Já é hora de pedirem baixa e se retirarem do Exército que só defende os interesses do imperialismo e os ricos donos do poder, afirmam os rebeldes.

EFE |

No texto, as Farc insistem em que é preciso que esses agentes se somem a suas fileiras guerrilheiras em vista de que eles, afirmam, não são os "verdadeiros" inimigos.

Esse convite à força pública a engrossar suas fileiras já tinha sido feito pela principal guerrilha colombiana em distintas ocasiões nos últimos anos e em comunicados similares.

O comunicado, de sete pontos, diz que os membros do Exército e da Polícia "têm a ingrata e anti-patriótica tarefa de assassinar, reprimir e torturar todo aquele que se levante, proteste e organize contra a ordem estabelecida".

A guerrilha explica o porquê de ter pegado em armas e justifica que "a classe política oligárquica e latifundiária foi incapaz de resolver a condição de miséria e desigualdade que vive o país".

O grupo afirma que desconhece "a autoridade do Estado" e admite que cobra "um imposto aos ricos com patrimônio superior a US$ 1 milhão".

As Farc têm "claro" seu "objetivo estratégico: a tomada do poder com o povo para resolver os problemas que afetam por igual todos os colombianos, incluindo as próprias famílias de soldados e policiais". EFE rrm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG