Caracas, 25 mai (EFE).- As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) confirmaram hoje, em um vídeo, que o máximo comandante da guerrilha, Pedro Antonio Marín, conhecido como Manuel Marulanda ou Tirofijo, morreu em 26 de março, de infarto.

No vídeo, transmitido pela rede de TV "Telesur", o guerrilheiro Timoleón Jiménez, com uma bandeira da Colômbia e dois fuzis cruzados ao fundo, anuncia "Alfonso Cano", um antropólogo de quase 60 anos chamado Guillermo Leão Sáenz, como novo chefe das Farc. EFE ar/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.