FAO pede US$ 10,5 milhões para ajudar o Haiti após passagem de tempestades

Roma, 11 set (EFE).- A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) pediu hoje US$ 10,5 milhões para ajudar o Haiti, país que foi muito atingido por quatro tempestades tropicais que devastaram sua agricultura.

EFE |

Com este dinheiro, a FAO tenta ajudar a restabelecer os meios de subsistência dos camponeses, retomar a produção de alimentos e combater a propagação de doenças transmitidas por animais.

Em comunicado, a FAO diz que "antes da passagem das últimas tempestades", o Haiti já era o país mais pobre do continente americano.

A nota ainda afirma que o Haiti "sofria com uma insegurança alimentícia crônica, resultado da pobreza existente" e agravada pelo aumento mundial dos preços dos alimentos.

A FAO afirma que, durante a temporada agrícola do verão, lançou uma intervenção de urgência para estimular a produção e melhorar a disponibilidade de alimentos.

No entanto, "as tempestades tropicais 'Fay', 'Hanna', 'Gustav' e 'Ike' atingiram sucessivamente o país caribenho durante a temporada de colheitas", o que fez com que a produção agrícola neste período "tenha sido perdida ou seriamente afetada".

Os furacões tiveram um grave impacto sobre os camponeses e as comunidades rurais no Haiti, já que mais de 50 mil famílias perderam o acesso a suas provisões habituais de alimentos e a seus meios de subsistência.

"A fome e a desnutrição se agravarão nos próximos meses caso as famílias rurais deslocadas não tiverem os meios para retornar a suas terras", informa o comunicado.

Segundo a FAO, "para retomar a produção agrícola é essencial que a ajuda chegue com urgência às famílias que perderam seus recursos".

Os fundos são necessários para três áreas prioritárias do setor agrícola: a distribuição de material para a semeadura, a lavoura e os pequenos animais domésticos, a reconstrução das infra-estruturas de irrigação e a luta contra as doenças transmitidas por animais.

EFE alg/ab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG