FAO: gestão sustentável das florestas criaria 10 milhões de empregos

A gestão sustentável das florestas poderia gerar 10 milhões de empregos verdes, indicou nesta terça-feira em Roma a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

AFP |

"Enquanto se perdem cada vez mais empregos por causa da atual desaceleração econômica, a gestão sustentável das florestas poderia ser uma forma de criar milhões de postos de trabalho, ajudando a reduzir a pobreza e melhorar o meio ambiente", defendeu Jan Heino, diretor geral adjunto do Departamento Florestal da FAO.

"Por serem as árvores e as florestas essenciais para a retenção do carbono, este investimento pode resultar em uma contribuição muito importante para o esforço de mitigar e se adaptar às mudanças climáticas", afirmou.

"Alguns países, como os Estados Unidos e a República da Coréia, por exemplo, incluíram o setor florestal em seus planos para estimular a economia", explicou a FAO, que propõe a criação de empregos no setor agroflorestal, cultivos silvestres e gestão de incêndios.

Na Índia, o reflorestamento é um elemento importante para garantir o emprego rural, destacou a agência.

"O potencial global é de pelo menos 10 milhões de novos empregos no mundo, através de investimentos a nível nacional", calculou a FAO.

A entidade estimou ainda que uma melhor gestão florestal e novas plantações de árvores poderiam reduzir de forma significatiba a tendência à redução da cobertura verde, ajudando a diminuir as emissões de carbono.

O tema será debatido durante a Semana Florestal Mundial, que acontecerá na sede central da FAO, em Roma, de 16 a 20 de março.

kv/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG