A quase totalidade das 13.000 famílias de Gaza dependentes da agricultura, da pecuária e da pesca sofreram graves danos durante a recente ofensiva israelense, denunciou nesta sexta-feira a FAO - a agência das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, com sede em Roma.

Estima que a destruição do setor agrícola "agravou os problemas já existentes de produção de alimentos provocados por 18 meses de bloqueio", informou em comunicado.

"Devido à limitada produção agrícola, a população de Gaza enfrenta uma grave escassez de alimentos", assinala a entidade.

Um informe da agência das Nações Unidas de 23 de janeiro passado, denuncia, também, a falta de carne e proteínas de origem animal na dieta básica da população local.

E solicitou à comunidade internacional recursos da ordem de 6,5 milhões de dólares para atividades urgentes, que beneficiariam diretamente 27.500 pessoas.

kv/erl/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.