Tamanho do texto

Uma famosa cantora tibetana, Jamyang Kyi, foi presa pela polícia chinesa depois das manifestações no Tibete, informaram diversas fontes.

"Há 16 dias ela foi detida em seu escritório e desde então não temos notícias delas", disse à AFP uma pessoa ligada a Jamyang Kyi, que pediu anonimato por temer represálias.

A cantora, conhecida por seu compromisso a favor dos direitos das mulheres, trabalha como produtora da televisão pública de Qinghai (noroeste da China), região com muitos tibetanos.

De acordo com a rádio Free Asia, com sede nos Estados Unidos, a cantora, que estavam em seu escritório na cidade de Xining, capital de Qinghai, foi levada por policiais à paisana.

Ela foi formalmente presa, mas não se sabe qual a acusação, informou a rádio.

A polícia revistou a casa da artista e levou seu computador. A polícia de Xining não confirmou a detenção.

mbx/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.