Famílias de soldados mortos no O.Médio processarão Exército britânico

Londres, 19 jun (EFE).- As famílias de quatro soldados britânicos mortos no Iraque e no Afeganistão processarão o Ministério da Defesa do Reino Unido por autorizar o uso de veículos que não permitiriam proteção adequada das tropas, informou hoje a BBC.

EFE |

Os parentes consideram que os veículos Snatch Land Rover - usados pelo Exército britânico em operações rápidas - não estão equipados corretamente para proteger a integridade física dos soldados em territórios hostis como o Iraque ou o Afeganistão.

O Ministério da Defesa é classificado como "negligente" pelos familiares, que acreditam também que o órgão "viola os direitos humanos dos soldados".

Os Snatch Land Rover estão equipados com um sistema de defesa que protege seus ocupantes de ataques externos com explosivos e balas.

No entanto, esses veículos foram duramente criticados nos últimos anos por sua pouca eficiência frente às chamadas "bombas de estrada", explosivos enterrados no solo e detonados à distância.

Nos últimos seis anos, 37 militares britânicos morreram enquanto estavam nesse mesmo tipo de furgão.

O Ministério da Defesa britânico assegura que os Snatch Land Rover estão "totalmente equipados" para o trabalho que desempenham.

EFE avh/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG