Familiares de vítimas de atentados de Londres receberão ajuda do R.Unido

Londres, 2 mar (EFE).- Os familiares dos mortos nos atentados terroristas cometidos contra a rede de transportes de Londres em 7 de julho de 2005 receberão ajuda do Governo do Reino Unido para arcar com os custos legais durante a investigação sobre as mortes.

EFE |

Segundo um porta-voz do ministro da Justiça britânico, Jack Straw, a decisão foi tomada com base nas "circunstâncias excepcionais" do caso.

"O ministro da Justiça, Jack Straw, tomou, em princípio, uma decisão de fornecer fundos para a representação legal nas investigações, dadas as circunstâncias excepcionais", disse o porta-voz.

Além disso, o Ministério da Justiça do Reino Unido considerou que não será necessário submeter as famílias das vítimas dos atentados a avaliações antes de receberem a ajuda.

A investigação sobre as mortes nos atentados de 2005 deve começar em outubro em um tribunal de Londres. Ainda não foi decidido se as mortes dos quatro terroristas suicidas também serão incluídas no processo.

A explosão de quatro bombas, sendo três em trens do metrô e uma em um ônibus urbano, deixou um total de 56 mortos, incluindo os quatro terroristas. EFE prc/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG