Familiares das vítimas do AF-447 querem viajar a Recife

Familiares das vítimas brasileiras do voo da Air France que desapareceu na noite de domingo, no Atlântico, planejam viajar a Recife para acompanhar de perto a ação das autoridades, revelou nesta quarta-feira Nelson Marinho, pai de um dos passageiros.

AFP |

Ao menos 30 pessoas querem seguir de perto o trabalho envolvendo o acidente com o voo AF-477, que desapareceu sobre o Atlântico com 228 pessoas a bordo, sendo 59 brasileiros.

Marinho informou à imprensa brasileira que a Air France ofereceu transporte e hospedagem aos familiares que desejarem ir a Recife, onde o Instituto Médico Legal (IML) instalou um dispositivo especial para receber eventuais corpos encontrados no mar.

Os familiares das vítimas do voo AF-447 estão recebendo apoio médico e psicológico em um hotel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em São Paulo, as famílias das vítimas do Boeing 737 da Gol que caiu no Amazonas em setembro de 2006 divulgaram uma nota aos familiares dos passageiros do voo da Air France para prestar "solidariedade neste momento de angústia e dor".

cdo/arc/mr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG