Família Obama visita antigo centro de tráfico de escravos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua família visitaram neste sábado o antigo centro de tráfico de escravos de Cape Coast em Gana, em sua primeira visita desde que assumiu o poder a um país da África negra.

AFP |

Acompanhado da esposa, Michelle, descendente de escravos, e das filhas, Malia e Sasha, Obama, filho de um migrante queniano, fez uma visita guiada ao Castelo de Cape Coast, antigamente um dos principais pontos de partida dos escravos para América, Europa e Caribe.

O antigo centro de tráfico de escravos, que fica 160 quilômetros ao oeste da capital Acra, foi construído no século XVII e no início era um centro de negociação de madeira e ouro.

Obama definiu a visita como "uma experiência emocionante, um momento emocionante".

"Por um lado, este é um lugar de profunda tristeza, e por outro, é onde o percurso de grande parte da experiência afroamericana começou", disse.

"Simbolicamente, poder voltar aqui com minha família e ver este forte no qual começou a diáspora, mas também poder voltar para celebrar com as pessoas de Gana o progresso extraordinário que fizemos (...) abolir a escravidão e finalmente conquistar os direitos civis para todos, acredito que é fonte de esperança", completou Obama.

Obama fez a visita a Cape Coast depois de discursar no Parlamento de Gana e pedir aos africanos que assumam o controle de seu destino.

Depois da visita, a família Obama deve deixar Gana e retornar a Washington.

bur-sn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG