Família Obama chega a Washington

Washington, 4 jan (EFE).- O presidente eleito de EUA, Barack Obama, chega hoje à capital americana, aonde já se transferiu sua família e onde o aguarda uma intensa agenda de trabalho antes da cerimônia de posse de 20 de janeiro.

EFE |

Obama deve aterrissar na Base Aérea Andrews, no estado de Maryland, vizinho à capital, por volta das 18h30 locais (21h30 de Brasília).

O novo ocupante da Casa Branca irá em seguida para o histórico Hotel Hay-Adams, onde já estão hospedadas sua mulher, Michelle, e suas filhas Malia e Sasha, de dez e sete anos, respectivamente.

A esposa e filhas de Obama chegaram a Washington ontem à noite, procedentes de Chicago.

Malia e Sasha estrearão amanhã colégio, o Sidwell Friends, uma instituição privada que custa cerca de US$ 30 mil por ano e onde também estudou Chelsea Clinton, filha de Bill e Hillary Clinton.

A família Obama permanecerá até 15 de janeiro no Hay-Adams, um luxuoso hotel cujas diárias variam entre os US$ 395 e US$ 6 mil e que fica a poucos metros da Casa Branca, da qual o separa um pequeno parque.

A presença dos Obama fechará várias ruas em torno do hotel ao tráfego durante os próximos dias, quando se espera que haja também fortes medidas de segurança em torno dele.

Vários veículos policiais guardavam a entrada do hotel já na manhã de hoje.

Os Obama mudarão em 15 de janeiro para a Casa Blair, residência governamental de convidados, onde ficarão até a posse, cinco dias depois.

O presidente eleito deixou de fazer exercícios hoje para ir, no início manhã aos escritórios de sua equipe de transição em Chicago.

Obama deve se reunir amanhã com os líderes da maioria democrata no Congresso para abordar os detalhes de um plano de estímulo econômico com o qual pretende criar 3 milhões de postos de trabalho nos próximos dois anos.

Seus assessores calculam que o custo desse pacote de estímulo poderia rondar os US$ 750 bilhões.

O próximo presidente americano indicou ontem que o programa contempla fortes investimentos em infra-estrutura, assim como em modernização de escolas e na aposta pelas energias renováveis.

O jornal "The New York Times" assinala em sua edição de hoje que Obama e os congressistas democratas contemplam também ampliar o seguro-desemprego e o serviço público de saúde.

Além de se reunir com os líderes da maioria democrata, Obama também tem agendados nos próximos dias encontros com legisladores republicanos, que se mostraram reticentes a aprovar o anunciado pacote de estímulo multimilionário.

Na agenda de Obama figura ainda um almoço de trabalho na quarta-feira com o atual presidente, George W. Bush, do qual também devem participar três ex-presidentes: Bill Clinton, Jimmy Carter e George H.W. Bush, pai do atual ocupante da Casa Branca.

A chegada de Obama à capital coincide com a pior crise no Oriente Médio dos últimos anos devido aos bombardeios aéreos e à invasão terrestre de Gaza por parte de Israel, uma situação sobre a qual o próximo presidente mantém silêncio.

Seu desembarque em Washington acontece, além disso, na do início oficial do novo Congresso, que acontecerá na terça-feira com vários problemas pendentes, entre eles quem ocupará a vaga no Senado do próprio Obama, o que ainda não foi decidido.

Os Obama chegam a Washington poucos após o final de suas férias de quase duas semanas em Kailua, no Havaí, onde alugaram uma luxuosa casa, avaliada em US$ 9 milhões. EFE tb/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG