Família disputa herança de Martin Luther King

Washington, 11 jul (EFE).- Bernice King e Martin Luther King III, filhos do líder afro-americano dos direitos civis Martin Luther King, processaram seu irmão Dexter para que preste contas sobre o patrimônio de seu pai, informou hoje um dos advogados à imprensa.

EFE |

No processo, Bernice e Martin alegam que seu irmão Dexter, testamenteiro da herança por Martin Luther King, se negou a dar informação a eles sobre o que foi feito com o que seu pai deixou.

Isso inclui o histórico financeiro, contratos, assuntos financeiros em geral e outros documentos, segundo o processo, divulgado pela imprensa local.

Bernice e Martin também argumentam que Dexter investiu em 20 de junho uma "parte substancial dos fundos das propriedades para seu uso pessoal" sem avisar aos irmãos.

"Martin e Bernice querem saber o que está acontecendo com o legado de Martin Luther King. É tão simples como isso", disse Harmon W. Caldwell, um dos advogados que representa os dois irmãos na disputa familiar.

"Estamos preocupados. Queremos saber o que está acontecendo", disse Caldwell.

No processo, os dois irmãos assinalaram, além disso, que Dexter pegou dinheiro do patrimônio de sua mãe, Coretta Scott King.

Bernice é a administradora das propriedades de sua mãe, e por isso tem o direito de receber de "imediato" os fundos transferidos por Dexter.

Dexter tem 30 dias para responder à reivindicação.

Yolanda King, filha mais velha de Martin Luther King, morreu no ano passado.

Martin Luther King foi assassinado em Memphis (Tennessee) em 4 de abril de 1968.

Sua esposa Coretta, que também dedicou sua vida à defesa dos direitos civis, morreu em 2006. EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG