Família de Madeleine divulga retrato-falado de novo suspeito

A família da menina britânica Madeleine McCann, desaparecida de um condomínio particular em uma praia de Portugal, em 2007, divulgou nesta quinta-feira um retrato-falado de um novo suspeito de envolvimento no caso. A imagem mostra um homem que, segundo uma mulher britânica que passava férias no mesmo local, era muito feio, com a pele esburacada e um nariz grande, magro e com cerca de 1,50 de altura.

BBC Brasil |

Ela disse tê-lo visto duas vezes nos dias anteriores ao desaparecimento de Madeleine observando o apartamento onde ela estava com a família.

O caso completou dois anos no último domingo. Para marcar a data, os pais da menina, Gerry e Kate McCann deram uma entrevista à famosa apresentadora de TV americana Oprah Winfrey, veiculada na segunda-feira nos Estados Unidos.

Desde então, investigadores particulares contratados pelos McCann receberam centenas de telefonemas com possíveis pistas.

Nova teoria
Entre elas estão os relatos de dois outros britânicos - uma menina de 12 anos e um homem - que também afirmam ter visto um suspeito observando o apartamento dos McCann na Praia da Luz, no litoral sul português.

Os investigadores, no entanto, ainda não confirmaram se a pessoa que eles viram é a mesma do retrato-falado.

Os detetives dizem ter obtido informações sobre cinco ocorrências separadas em que um homem suspeito foi visto nas redondezas do apartamento da família na ocasião, que, segundo eles, poderiam ajudar a resolver o mistério sobre o desaparecimento de Madeleine, na época com 3 anos de idade.

Dave Edgar e Arthur Cowley, ambos investigadores aposentados após terem servido a polícia britânica, examinaram milhares de páginas dos arquivos da polícia portuguesa sobre o caso, tornados públicos em julho do ano passado.

Segundo eles, uma pessoa teria observado o apartamento dos McCann durante uma semana antes do desaparecimento de Madeleine.

A teoria, a ser apresentada na noite desta quarta-feira em um documentário exibido pelo canal britânico Channel 4, se baseia em vários relatos de testemunhas que não haviam sido divulgados e em dois depoimentos de pessoas que dizem terem visto um homem carregando uma criança para fora do apartamento na noite em que a menina desapareceu.

"Na minha experiência, o acaso simplesmente não acontece. Ninguém entra e pega uma criança só porque estava passando por ali. Essas coisas são planejadas", afirmou Edgar.

"Temos três testemunhos que coincidem. O resort na Praia da Luz era bastante recluso. Então é ali que acho que está a resposta", disse.

O casal McCann, que mora no condado de Leicester e tem outros dois filhos gêmeos, divulgou uma imagem de como Madeleine estaria hoje, às vésperas de completar 6 anos de idade.

Os investigadores dizem ter recebido cerca de 30 telefonemas de pessoas que afirmam ter visto a menina recentemente, principalmente em lugares nos Estados Unidos e na América Latina.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG